Produtos

As nossas abordagens e metodologias são divulgadas e implementadas por meio de palestras, cursos, consultorias customizadas e projetos de pesquisa nos diversos tópicos que trabalhamos.

 

Palestras

Palestra: “Gestão do Conhecimento Tácito”

Voltada para a Alta Administração ou para eventos corporativos, essa palestra tem como objetivo apresentar a “Gestão do Conhecimento Tácito”, suas vantagens e oportunidades de retorno para as organizações e seus colaboradores.
Para mais informações, favor entrar enviar mensagem:
 contato@situated.com.br

 

Cursos

Curso de Atualização: FATORES HUMANOS E ORGANIZACIONAIS DA SEGURANÇA - Por uma cultura de segurança baseada na experiência

A prevenção de acidentes industriais e pessoais evoluiu no século XX graças à melhoria contínua da confiabilidade técnica das instalações e à implantação de sistemas de gestão da segurança. Os resultados alcançados são significativos, mas atingiram um platô difícil de se superar. Mesmo quando empresas de excelência em segurança conseguem reduzir a taxa de frequência, acidentes fatais e catastróficos acontecem, colocando em xeque a prevenção. Na prática, os sistemas de controle implantados pelas organizações deixaram de ser preventivos, na medida em que se aprende somente depois que os acidentes acontecem.

 

O Curso de Atualização FATORES HUMANOS E ORGANIZACIONAIS DA SEGURANÇA apresenta uma nova proposta de análise de acidentes e gestão de segurança, que procura superar a estagnação atual dos resultados e indicadores de segurança.

O objetivo do curso é apresentar as bases de uma “Cultura de Segurança Integrada” fundamentada em uma “Análise Cognitiva e Organizacional de Acidentes e Incidentes” e no “Retorno de Experiência”, capacitando gestores e especialistas em SST para implementar projetos e ações que promovam o desenvolvimento de uma produção segura.

A Análise Cognitiva e Organizacional de Acidentes e Incidentes vai além das explicações em termos de erros, desvios de comportamento ou violações de regras. O Erro Humano não é o ponto final de uma investigação de acidente ou incidente, mas sim o ponto de partida da análise. O comportamento dos trabalhadores resulta de decisões baseadas na percepção e avaliação de riscos, mas também de circunstâncias materiais e organizacionais que devem ser explicitadas.

Por fim, os problemas que ainda persistem em empresas de excelência, que têm a segurança como valor essencial, só têm solução por meio de uma integração entre a confiabilidade acumulada no projeto de sistemas técnicos e nos procedimentos de segurança e a iniciativa dos trabalhadores, baseadas no Retorno de Experiência (REX) desenvolvida no dia a dia do trabalho. A produção segura depende, assim, da capacidade de integrar diferentes experiências de operadores próprios e terceiros, especialistas em SST, engenheiros e gestores para desenvolverem, coletivamente, medidas de controle e procedimentos seguros e aderentes às situações de trabalho.

Objetivos do curso

1) Capacitar os participantes para compreender os limites da Cultura de Segurança atual e conduzir a sua transformação em direção a uma Cultura de Segurança Integrada.

2) Compreender os determinantes organizacionais, cognitivos e emocionais por detrás das ações dos trabalhadores, via REX e uma análise de acidentes e incidentes mais aprofundada, para superar os limites dos Sistemas de Gestão de Segurança atuais – revelados pela gravidade dos acidentes que continuam a acontecer – e construir uma Organização de Alta Confiabilidade.

Conteúdos

Para promover a mudança da cultura de segurança do seu estágio atual para uma Segurança Integrada, é necessário adquirir conhecimentos e habilidades práticas coerentes com esta nova concepção de prevenção e que servem de instrumentos para promover a mudança dentro de uma organização.

A base inicial é conhecer os diferentes modelos de classificação dos níveis de segurança (Curva de Bradley; Modelo da International Association of Oil & Gas Producers (IOGP); Safety I e Safety II, High Reliability Organizations – HRO), as práticas de prevenção adotadas e como se organizam os sistemas de gestão em cada um deles. 

Em um segundo momento, o Diagnóstico da Cultura de Segurança serve para identificar o nível em que a empresa se encontra e quais são os aspectos críticos, sobretudo quanto às diferenças de percepção de segurança entre os níveis gerencial e operacional, bem como as práticas a serem transformadas.

A mudança para uma Cultura de Segurança Integrada se apoia em duas frentes interligadas:

·        O Retorno da Experiência (REX), que permite resgatar a experiência dos trabalhadores e desenvolver práticas colaborativas entre eles e as gerências superiores; e

·        A Análise Cognitiva e Organizacional de Incidentes e Acidentes, que permite superar a culpabilização e desenvolver relações de confiança e sentimentos de justiça (cultura justa) que rompem o silêncio organizacional para alimentar as práticas de REX.

O quadro abaixo resume os conteúdos desta formação inicial, que apresenta os conceitos fundamentais para promover a mudança da cultura de segurança em direção a uma segurança integrada e abre espaço para experiências práticas em empresas nas quais essa transição está em andamento.

PROGRAMA - CURSO DE ATUALIZAÇÃO

FATORES HUMANOS E ORGANIZACIONAIS DA SEGURANÇA

Módulos

Encontros e Temas

Introdução

Apresentação do curso: objetivos e metodologia
Apresentação da equipe e dos participantes

Culturas de Segurança e suas Características

Da análise comportamental à análise da atividade real como ponto de partida para sistemas seguros baseados na experiência

Caso 1: Tipos de cultura de segurança e suas práticas

Caso 2: Diagnóstico de Cultura de Segurança

Discussão: cultura de segurança gerencial e seus limites

Erro Humano e Análise de Acidentes

Modelos de Prevenção de Acidentes em Sistemas Complexos: Risco, Erro Humano e Acidente

Caso 1: Análise Cognitiva de Acidentes

Caso 2: Produção segura e mapeamento de expertise

Discussão: Análise de acidentes, culpa e responsabilidade

Cultura de Segurança Integrada

Características e práticas de uma Segurança Integrada

Caso 1: Dispositivos de Retorno de Experiência (REX)

Caso 2: Mudando uma cultura de segurança gerencial para uma Cultura de Segurança Integrada

Discussão: Programa e estratégia para promover a mudança da cultura de segurança nas organizações

Avaliação do curso

Avaliação dos participantes sobre o curso: qualidade, dinâmica e pertinência, apresentando o que, à luz da formação, o que deveria ser mudado em sua empresa

 

Turmas e Encontros

Serão oferecidas turmas de 15 a 20 participantes em dias e horários a serem definidos junto às empresas.

Período

O Curso de Atualização acontece nos meses de março a junho ou agosto a novembro de cada ano em turmas in company, de acordo com a demanda.

Investimento

Valor total de R$ 3.000,00/participante, que pode ser dividido em 3 parcelas mensais iguais, a primeira correspondendo ao valor da inscrição.

Público Alvo

Gestores e profissionais da saúde e segurança do trabalho (técnicos, médicos do trabalho e engenheiros de segurança), cipeiros, engenheiros e gestores de produção e de áreas técnicas que efetivamente tenham interesse nessa área e no seu aprimoramento.

Modalidade

O curso será ofertado remotamente. A formação é orientada por problemas, as questões práticas se colocando como oportunidades para a compreensão dos conceitos, metodologias e práticas que fundam uma nova cultura de segurança.

Os conceitos são apresentados através de exemplos e de estudos de casos reais, com apoio permanente dos tutores com experiência em implementação de programas de mudança da cultura de segurança e em análise de acidentes.

Inscrições e Informações

Contato: safety@situated.com.br


Curso: Introdução à Gestão do Conhecimento Tácito

Tal curso tem como objetivo levar os seus participantes a entender, conceitualmente e na prática, como funcionam as metodologias de Gestão do Conhecimento Tácito. Isso é obtido pela mescla de partes mais teóricas com o emprego contínuo de diversos exemplos e casos empíricos da sua aplicação.

Este curso é ministrado nas modalidades aberto ou fechado (in company). 

 

Consultorias Customizadas

As consultorias oferecidas abrangem uma ampla gama de situações enfrentadas por organizações de qualquer setor, seja em épocas de expansão ou de crise. Algumas das situações nas quais temos capacitação e/ou experiência para auxiliar nossos clientes são:

Diagnósticos e Mapeamento

  • Diagnóstico dos sistemas de treinamento e aprendizagem das organizações
  • Diagnóstico dos sistemas de segurança no trabalho das organizações
  • Diagnósticos de problemas específicos relacionados à confiabilidade humana e suas interfaces com os sistemas organizacionais e de gestão.
  • Mapeamento do grau de inovação tecnológica de novas unidades e potenciais impactos no risco, custo e tempo de ramp-up associados

Atração, desenvolvimento e retenção do conhecimento tácito nas organizações

  • Seleção, montagem e treinamento pré-operacional de equipes para novas plantas industriais ou filiais
  • Desenvolvimento de sistemas de treinamento voltados para o conhecimento tácito
  • Preparação para futuro turn-over com menores perdas de conhecimento tácito
  • Terceirização de atividades internas sem perda de qualidade
  • Desenvolvimento de fornecedores e firmas terceirizadas

Segurança no Trabalho

  • Estabelecimento de uma “Cultura de Segurança Integrada”
  • Análises de acidentes e incidentes com base no Retorno da Experiência (REX)
  • Análises de eventos raros (acidentes residuais)

Transferência de Tecnologia

  • Otimização de transferências internacionais de tecnologias
  • Transferência de tecnologias ou de “melhores práticas” entre empresas nacionais ou entre unidades de uma mesma organização
  • Transferência de tecnologias entre centros de pesquisa / universidades públicas e organizações privadas
  • Suporte à entrada de multinacionais no Brasil

 

Pesquisas

As pesquisas têm como objetivo desenvolver metodologias inovadoras para problemas ainda sem solução, por meio de projetos de pesquisa-ação. Os projetos de pesquisa podem ser de curto, médio ou longo prazo, envolvendo ou não a formação de mestres e doutores em possíveis parcerias a serem acertadas com a UFMG ou com outras universidades de renome.

Cursos abertos

Inovação

Notícias

Fale conosco