Inovação

As metodologias de Gestão do Conhecimento Tácito já cumpriram todas as etapas de um projeto inovador: criação, teste piloto, licenciamento e comercialização. Fruto de um programa de pesquisa de ponta nos mundos acadêmico e empresarial, as metodologias foram implementadas e testadas entre 2008 e 2011 em escala piloto, em uma planta industrial de US$3,2 bilhões. Em 2014, elas foram licenciadas para a Situated  e, desde então, foram utilizadas em várias empresas, tais como a Embraer, Vale, Vallourec, Companhia Energética Integrada (CEI) e Samarco. 

O ineditismo das metodologias de Gestão do Conhecimento Tácito vem sendo confirmado continuamente. Um levantamento feito pela Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT) da UFMG em 2011 mostrou que nenhuma metodologia para se gerir o conhecimento tácito tinha sido desenvolvida no mundo até aquele momento. Como resultado, a UFMG decidiu patentear as metodologias no Brasil e no exterior.

Em 2012, um projeto submetido pelos professores fundadores da Situated ao II Programa de Incentivo à Inovação (PII) – uma iniciativa da UFMG, da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de Minas Gerais e do SEBRAE – foi contemplado em todas as suas etapas.

Por fim, em 2019, a Situated foi agraciada, em primeiro lugar, na Chamada 04/2019 - TRÍPLICE HÉLICE: INTERAÇÃO GOVERNO-ICT-EMPRESA da FAPEMIG, para desenvolvimento do software de Gestão do Conhecimento Tácito denominado de "Tácito 3.0". Veja mais detalhes clicando no ícone "Notícias" ao lado.

Cursos abertos

Inovação

Notícias

Fale conosco